Imagem de destaque JARDIM PARA BORBOLETAS - População pode doar sucata para embelezar a cidade e promover a cidadania

JARDIM PARA BORBOLETAS - População pode doar sucata para embelezar a cidade e promover a cidadania

23/05/2019 - 15:27 | atualizado em 27/08/2019 - 17:32
ASCOM | Direção: Mateus Maia | Texto: Luís Carlos Gusmão | Fotos: SEMMA e Lucas Viggiani

A Prefeitura de Montes Claros, em parceria com o Ministério Público Estadual, vem enfeitando vários pontos do município, utilizando mão de obra de pessoas privadas de liberdade e em situação de rua, através do Programa “Para Além das Prisões”. Uma das vertentes do programa é o “Jardim para Borboletas”, que tem a finalidade de homenagear mulheres relevantes para a sociedade através da construção de jardins com esculturas de borboletas feitas em aço.

O secretário municipal de Planejamento e Gestão, que está respondendo pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Cláudio Rodrigues, lembra que interessados em contribuir com o programa podem fazer doações de sucata, pessoalmente, na sede da Secretaria (avenida José Corrêa Machado, 900 – Ibituruna). Eles também podem ligar para o telefone 2211-3337, que os servidores da Secretaria irão buscar o material em qualquer lugar da cidade.

O artista Gu Ferreira, com o apoio dos reeducandos e muita criatividade, está embelezando a cidade, utilizando diversos tipos de materiais recicláveis para representar vários animais: borboletas, seriemas, libélulas, louva-a-deus, formigas, maribondos, escorpiões, etc.

O primeiro Jardim para Borboletas foi instalado na praça da Rodoviária, em homenagem à promotora de justiça Ana Eloísa Marcondes da Silveira, reconhecida pelo seu trabalho no Norte de Minas em defesa do meio ambiente e pela luta por uma sociedade socioambientalmente mais justa. O segundo jardim fica no cruzamento das avenidas Mestra Fininha e Deputado Esteves Rodrigues, em homenagem à enfermeira Antônia Colares, a popular Tonha da Santa Casa. O terceiro, no Trevo da Sion, homenageou Maria de Custodinha.

O promotor Paulo César é um dos idealizadores do programa e se mostra entusiasmado com os resultados positivos já alcançados, uma vez que “a parceria entre a Prefeitura, Ministério Público e iniciativa privada é uma forma correta de mostrar condições de igualdade a todos, contribuindo para devolver a dignidade a reeducandos, melhorar a situação de pessoas em situação de rua e reaproveitar sucatas para embelezar Montes Claros”.

Texto originalmente publicado pela Secom da Prefeitura de Montes Claros
 

Brasão Secretaria Municipal do Meio ambiente

Avenida José Corrêa Machado n° 900, Bairro Ibituruna
2211-3321